\\ Pesquise no Blog

domingo, 11 de abril de 2010

O paradoxo da inação por meio do movimento

"Discutir a falta de ação e as perspectivas destes personagens, por meio do movimento, pode parecer, num primeiro momento, paradoxal.
Como dançar a imobilidade? O texto sugere movimento – ainda que do tempo, que passa involuntariamente, sem que nada de efetivo aconteça. Ação pela ansiedade e espera.
A Cia. opta por exacerbar possíveis motivações interiores daqueles personagens. Ora como gesto, ora construindo um ambiente, por vezes descritivo, cômico ou violento, o movimento passa a ser, então, a base dessa expressão." Fletir Cia. de dança
Programa: http://www.fpkf.com.br/programa.pdf
Vídeos: http://www.youtube.com/watch?v=PqHwwhHVFww&feature=channel
http://www.youtube.com/watch?v=Rdry6ls4-rA&feature=channel

3 comentários:

Diogo disse...

Adorei!

Diogo Liberano disse...

léo,
estávamos falando disso no último ensaio. fisicalidade. enfim, é ótima a reflexão sobre como dançar o que está parado.. concordo com o diogo que fez o comentário anterior e que não sou eu... valeu!

Carolline Cantidio disse...

Inacione! Ma que belo!