\\ Pesquise no Blog

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Onde AS QUATRO EVANGELISTAS?


Ora, no palco. Para que nada seja declarado construimos nossa religiao Miranda a partir de outro tipo de aglomerado. Aglomerados sensiveis. O palco que recebe as evangelistas eh o mesmo que recebe seu povo. O povo. Eu nao saberia precisar, mas eh na situacao dramatica no palco encenada que a vida se converte em escuta, eh no palco que ele pode ser analisada, interrompida e multiplicada.

As evangelistas sao essas mulheres sem dó nem piedade. Sao enviadas de um cristo falecido: Godot Transcenderam a separacao de seu deus - separacao que as constituiam - e agora exijem de si proprias e de seus fieis uma guinada. Uma lufada de crença e fe no destino da humanidade. No palco as evangelistas desfilam suas lagrimas e medos, bem como seus desejos e vontades. Elas desfiam suas dores na pretensao de serem acolhidas pelo mundo. Elas pensam que no palco suas questoes podem ser maiores e melhor resolvidas. Elas erram e percebem ser preciso errar ainda mais. Ora, em que outro lugar tudo isso seria possivel? Talvez no umbigo uma delas irá dizer. Mas nao. O palco eh o onde primordial.

O palco onde o mundo permanece, intacto e tambem quebradico. O palco irado onde escorrem crencas e principios. O palco como convivio daqueles que perderam a fe por tanto esperar ve-la agindo.

As quatro evangelistas ali onde estao nos dizem muito sobre tudo isso. Sao feito vinho em adega lacrado. Quanto mais ali vivem mais ainda seu gosto se apura. E ainda mais a embriaguez sera o saldo do contato (com eles).

Mas eh so por conta do palco que o encontro acontece e que a religiao religa o que antes havia sido apartado. Godot poderia ter chegado. Logo, convenhamos, ele ainda pode ser encontrado. A espera posta num platô multiplica o apuro do nosso olhar sobre o fato.

Por que nao acreditar na vida em conserva ali no palco e so acreditar na vida corrente do dia a dia? O palco eh onde desautorizamos isso que dizem ser a vida. O palco - este onde interminavel - eh a vida em movimentacao. Trocam-se cenarios luzes cores publicos sensacoes e discursos.

Onde as quatro evangelistas? Do lado de dentro do seu peito atravessado. O palco eh pretexto. Seu peito eh sujeito. Eh alvo. Eh nosso maior desejo. Nosso tempo e nosso espaço.

\\

Um comentário:

Adassa Martins disse...

Uma lufada de gosto no peito, se sujeito ao nosso maior desejo. O palco eh nosso espaço, Eh alvo, eh destino da humanidade. Quanto mais crença e fe mais ainda se apura o Nosso pretexto: ali vivem no seu tempo. e Eh Seu.

(como é bom anagramar!)