\\ Pesquise no Blog

sábado, 18 de setembro de 2010

último final de semana no TGG,

ensaio 02 no gláucio gill

a verdade é que nossa temporada no teatro glaucio gill durou mais do que três semanas. sim, o processo teve o seu segundo ensaio no teatro. e depois muitos outros vieram. em resumo: estamos nos apresentando no espaço que gestou essa nossa descoberta, esse filho, esse monstro. sim, é verdade. foram muitos ensaios ali, com espaço em reforma, em obra, já renovado, sujo, arrumado… o teatro nos servindo de alimento para um processo que ambicionava falar dele mesmo, de seus mecanismos e maneiras de amar.

esse foto ai em cima é a do segundo ensaio, a do primeiro uma das atrizes faltou, então só começamos a bater fotos a partir do segundo. fabíola que nessa foto ainda é um mistério, que não conheço, não imagino, não sei do que é capaz. carolline que tinha um cachorro escondido ai dentro dessa camisa tomara que caia. que loucura. adassa assustada com o quê? com tudo isso que iria lançar por sobre nós? e flavinha, já disposta à encrenca. já disposta ao desafio, lançada sem volta para dentro do furacão.

estou contente. o que fazer agora que estou contente? vou tomar banho e ir para o teatro porque não posso chegar atrasado. quem não viu, eu convido. vejam! o nosso trabalho depende do encontro, o nosso trabalho morre toda vez que se encontra contigo, com você, qualquer você que possa ser. venham. queremos morrer. nos oferecemos ao sacrifício de ser isso que escolhemos ser: e é bom. porque tem você do outro lado. porque temos nós dois cruzando muros e amanhecendo os dias.

sobre o ensaio da foto acima, clique a seguir (RECORTO ALGUNS COMENTÁRIOS):

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Ensaio #2

Teatro Gláucio Gill – 31/03/2010 – 13h às 16h.
Diogo, Carolline, Flávia, Adassa e Fabíola.

Flávia sugeriu uma possível encenação, como se as atrizes se divertissem a peça inteira experimentando coisas a partir do texto e ao término, lembrassem que estavam a esperar Godot.

A Carolline nos trouxe o comentário sobre o ATO FALHO. É bem interessante, como manifestação repentina do insconsciente. Um movimento pelo qual o inconsciente se dota de fala e FALA.

As meninas jogaram uma raia durante 15 minutos apenas.

A liberdade maior esteve no confinamento dos comandos da raia, quando a liberdade da improvisação as permitiu muito mais, não souberam o que fazer.

Até lá, cada uma ficou responsável por postar em breve um estudo, comentário, opinião, qualquer coisa, sobre a peça ENSAIO. HAMLET da Cia. dos Atores.

A que distância as atrizes estão de nosso GODOT? Suas expressões tentam nos dizer NA FOTO ACIMA <<<

Nenhum comentário: