\\ Pesquise no Blog

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

SINFONIA SONHO DO TEATRO INOMINÁVEL ENCERRA O ANO CUMPRINDO APRESENTAÇÕES NO INSTITUTO DO ATOR, NA LAPA


A companhia carioca Teatro Inominável encerra o ano trazendo novamente à cena o seu quarto espetáculo, dando continuidade ao caminho iniciado no Festival de Curitiba, em abril deste ano. Com SINFONIA SONHO, o Inominável apresenta a história de Kevin, uma criança de nove anos que de súbito se torna alvo de um desejo: o de se tornar música, por conta da peça teatral que começa a ensaiar em sua escola. Inspirado no massacre de crianças ocorrido em abril de 2011 numa escola municipal do Rio de Janeiro, o espetáculo visa trazer à tona um olhar mais atento e responsável sobre a infância e, por extensão, também sobre o futuro.


Nas palavras do diretor e dramaturgo, Diogo Liberano, o objetivo primordial de SINFONIA SONHO foi o de tentar destituir a poesia da ordem do impossível. O olhar sobre a realidade social do Rio de Janeiro nos provou que era do nosso próprio dia-a-dia que o absurdo nascia, nos fazendo alvo de situações consideradas impossíveis, como o massacre de crianças em Realengo. Ora, sendo assim, por que também não fazer a poesia nascer desse mesmo cotidiano?

Após estreia no Festival de Curitiba, em abril deste ano, o espetáculo cumpriu 6 apresentações no Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto, a convite dos diretores artísticos Daniela Amorim e Joelson Gusson. Em seguida, percorreu mais de 10 festivais por todo o Brasil, sendo indicado ao 2º Prêmio Questão de Crítica na categoria Direção. Em outubro e novembro, a convite dos diretores artísticos do Teatro Glaucio Gill, Daniele Avila e Felipe Vidal, SINFONIA SONHO cumpriu temporada de 14 apresentações. E agora, encerrando o ano, realiza mais 6 apresentações, durante duas semanas, no Instituto do Ator, na Lapa.

Ao tratar de temas como infância e família, o espetáculo atinge um vasto público, colocando em cena o encontro de duas famílias vizinhas incapazes de lidar com suas respectivas crianças. SINFONIA SONHO é um olhar sobre a nossa realidade e também uma denúncia de sua perversão. Vivemos numa época em que valores como família e educação se encontram completamente abalados, abrindo espaço para uma série de perversões, como aquela que assegura a constante infantilização de adultos e a precoce “adultização” de crianças, ausentando a responsabilidade de adultos, educadores e pais sobre as nossas crianças, conclui Liberano.


O espetáculo, apresentado como encenação de conclusão da graduação do diretor Diogo Liberano na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), vêm obtendo ótima repercussão de crítica e público. Nas palavras do crítico Lionel Fischer: acredito ser impossível o espectador não se envolver totalmente com uma montagem que, tendo a motivá-la um texto belíssimo, exibe deslumbrante teatralidade.

Sinopse
SINFONIA SONHO de Diogo Liberano. Criada a partir do massacre de crianças na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, a peça é uma tragédia que lança luz sobre a infância e sobre o futuro. Em cena, uma criança de nove anos, Kevin (Márcio Machado), é tomada pelo desejo de se tornar música, por conta da peça teatral que começa a ensaiar em sua escola. Com Adassa Martins, Andrêas Gatto, Dominique Arantes/Flávia Naves, Gunnar Borges, Laura Nielsen, Márcio Machado, Natássia Vello, Rodrigo Vrech e Virgínia Maria. Dir. Diogo Liberano. Realização Teatro Inominável. (95min). De 10 a 19 de dezembro – Instituto do Ator. Segundas às quartas, 20h. R$20. 16 anos.

Serviço
De 10 a 19 de dezembro de 2012
Segundas, terças e quartas às 20h
Local: Instituto do Ator
Esquina com a Rua Joaquim da Silva – Próximo ao Metrô da Glória
Tel.: 2221-8040
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada para estudantes, idosos, deficientes físicos, professores da rede pública de ensino e menores de 21 anos, devidamente identificados)
Classificação Indicativa: 16 anos
Capacidade de público: 40 lugares
Duração: 95 minutos (sem intervalo)

Equipe de Criação
Direção e dramaturgia: Diogo Liberano
Orientação de direção: Eleonora Fabião
Elenco:
CÉLIA Adassa Martins
CORLEY Andrêas Gatto
CAROLINA WELLERSON Dominique Arantes/Flávia Naves
TOMAS Gunnar Borges
MOIRA Laura Nielsen
KEVIN Márcio Machado
JOANA BRAVO Natássia Vello
FRANKLIN Rodrigo Vrech
EVA Virgínia Maria
Assistência de direção: Thaís Barros
Direção de movimento: Caroline Helena
Direção Musical: Philippe Baptiste
Cenário: Leandro Ribeiro
Orientação de cenário: Ronald Teixeira
Figurino e visagismo: Isadhora Müller + Marina Dalgalarrondo
Orientação de indumentária: Desirée Bastos
Iluminação: Davi Palmeira + Thaís Barros
Orientação de iluminação: José Henrique Moreira
Registro fotográfico: Thaís Grechi
Registro audiovisual: Thaís Grechi + Pedro Bento
Preparação vocal: Verônica Machado
Design: Diogo Liberano + Gunnar Borges
Ilustrações: Lucas Canavarro
Assessoria de imprensa: Bruno Pacheco
Marketing cultural: Davi Palmeira
Produção executiva: Adassa Martins + Gunnar Borges
Direção de produção: Diogo Liberano
Realização: Teatro Inominável + Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

\\

Nenhum comentário: